Notícias & Publicações

“Raças bovinas locais: a base da inovação da pecuária moderna”

Live apresentada pela Presidenta da Associação Brasileira de Buiatria (2009-2011) Profª Drª Maria Clorinda Fioravanti (UFG), enfatizando a importância estratégica da conservação das raças bovinas locais como opção de sustentabilidade dos sistemas produtivos.

"E-learning and continuing education" por Dr. Peter D. Constable

E-learning and continuing education, palestra ministrada pelo Dr. Peter D. Constable, USA durante o World Buiatrics Congress in Sapporo, 2018

Vídeo de 2017 sobre Clínica de Bovinos de Garanhuns (CBG)

Com 40 anos de fundação, a CBG desenvolve atividades relacionadas ao ensino, à pesquisa e à extensão, sendo uma referência para produtores rurais e criadores do Agreste Meridional de Pernambuco, região onde se localiza a bacia leiteira do estado.

Toxoplasmose, Neosporose e Leptospirose

O Fórum de Doenças Infecciosas que Impactam a Reprodução de Ruminantes discutiu três importantes enfermidades que causam distúrbios em ruminantes com as palestras dos professores Dr. Junior Mario Baltazar de Oliveira (UniFavip) e Dr. Walter Lilenbaum (UFF).

Prof. Dr. Paulo Henrique Jorge da Cunha (UFG), fala sobre as atividades dos buiatrias

Entrevista com o Presidente da Associação de Buiatria de Goiás e Distrito Federal (2012-2014) Prof. Dr. Paulo Henrique Jorge da Cunha (UFG), falando sobre as atividades dos buiatrias e os eventos da Buiatria GO/DF no ano de 2014.

XIII Congresso Brasileiro de Buiatria em Passo Fundo

Entrevista, pré XIII Congresso Brasileiro de Buiatria em Passo Fundo, RS (10 a 13/09/2020), com o doutor em melhoramento animal, João Walter Durr, diretor do Interbull Centre, Universidade Sueca de Ciências Agrícolas (SLU), onde são produzidas as avaliacões genéticas internacionais de touros leiteiros.

“Trajetória da Buiatria no Brasil"

Palestra ministrada pelo Dr. José Haldson Coelho Tabosa, intitulada “Trajetória da Buiatria no Brasil", com participação de Jobson Felipe de Paula Cajueiro, Presidente da Associação Pernambucana de Buiatria (2017-2020), durante o I Ciclo de Palestras Buiátricas do GEBU/CESMAC/AL.

PUBLICAÇÕES

"60 Anos – Cooperação entre Brasil-Alemanha Medicina Veterinária 1958-2018. Uma história transformadora”

Brasil e Alemanha completam, em 2018, 60 anos de cooperação na área da medicina veterinária, onde foi lançado na Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ) da Universidade de São Paulo, o livro “60 Anos – Cooperação entre Brasil-Alemanha Medicina Veterinária 1958-2018. Uma história transformadora”, a publicação foi organizada pelos professores José Carlos de Andrade Moura e William Gomes Vale, com recursos do Conselho Federal de Medicina Veterinária e do Regional baiano.

O exemplar reúne informações sobre a origem e a evolução da cooperação entre os dois países. “A contribuição efetiva e direta dessa cooperação para o desenvolvimento da Veterinária brasileira pode ser observada em diversas áreas, seja pela introdução de metodologias acadêmicas hannoveranas nas universidades e sua capilaridade na formação de profissionais em graduação e pós-graduação, seja pela introdução de tecnologias avançadas que tiveram impacto no campo, a exemplo dos avanços na clínica médica e nas biotecnologias da reprodução”, destaca José Carlos de Andrade Moura, professor da Universidade Federal da Bahia.

A cooperação na área da Medicina Veterinária entre Brasil e Alemanha começou em fevereiro de 1958 com a chegada do professor Hans Merkt, da Superior de Medicina Veterinária de Hannover (TiHo).

Convidado pela Faculdade de Veterinária da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, em Porto Alegre, o professor cumpriria, inicialmente, um contrato de docência por um período de um ano. Mas o sucesso da parceria transformou a ação em um convênio nacional envolvendo cinco universidades brasileiras: Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE), Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e Universidade Federal da Bahia (UFBA).

Ao longo do tempo, outras Instituições participaram dessa Cooperação a exemplo da Universidade Federal do Pará e da Universidade de São Paulo.